7 Circunstâncias Da Sua Existência Que Sabotam A Dieta (e Você Nem sequer Imagina!)

7 Ocorrências Da Tua Existência Que Sabotam A Dieta (e Você Nem sequer Imagina!)


Pare, respire e tente responder a uma pergunta que parece simples: o que faz você engordar? Você ama entrar em residência e pensar: “Hoje o dia foi puxado, mas eu dei conta! A gente se sente superpoderosa. No entanto tem horas em que o universo corporativo massacra. Enfrentar com a comoção de inexistência de tempo e de sobrecarga é o mais complexo.


O alimento surge como recompensa”, diz a psicóloga Natércia Tiba, de São Paulo, autora de Mulher sem Script (Integrare Editora). Se você trabalha além da medida, surge a responsabilidade por não proporcionar mais atenção à família ou aos amigos. Acaba se privando de ir à academia ou ao cinema. Pula refeições e se esquece até de fazer xixi! Logo, na hora em que consegue a pausa para o sonhado cafezinho, se presenteia com um brigadeiro”, sinaliza Natércia.


Este mimo não se materializa só por gulodice ou carência: “O cansaço, físico ou mental, nos leva a comer mais, essencialmente doces”, explica a psicóloga Maria Marta Ferreira, de Curitiba, autora de Psicologia do Emagrecimento (Editora Revinter). Interromper esse processo de autossabotagem pede mais do que fazer escolhas saudáveis. Necessita de o discernimento de que a comida não vai resolver as nossas angústias e de que é necessário fazer transformações - pequenas, como planejar as refeições para impedir ataques à geladeira após um dia tenso.


No encerramento de semana, irá ao mercado, compre alimentos saudáveis e deixe tudo semipronto. Entre as grandes mudanças, quem sabe a mais profunda seja investir em autoconhecimento. Vivemos um tempo em que trabalhar muito é chique, todavia felizmente começo a enxergar um movimento maduro oposto a essa tendência.” E você, de que lado quer estar? A crise finalmente puxou a tua cadeira e você foi desligada em um corte de custos.


A ausência de emprego está distanciado de querer dizer calmaria: a amargura dispara e as realizações ficam congeladas. Diante da pressão para localizar uma nova chance profissional, a mulher se coloca em último plano. Recolher um tempo pra si parece falso. Resistir a guloseimas, impossível”, avalia a psicóloga Natércia Tiba. Mesmo que você esteja em moradia fazendo contatos e enviando currículos, procure conservar uma rotina alimentar, com horários certos pra consumir (no máximo a cada três horas) e de forma saudável.


Continue Lendo

Facilita o evento de que, nesta fase, a maioria sente indispensabilidade de controlar os gastos. Dessa maneira, é hora de fazer as melhores possibilidades com a fatia do orçamento que você reservou para a alimentação”, orienta a nutricionista Ana Claudia Montezino, de São Paulo. Ao invés doces calóricos, compre frutas mais adocicadas, como banana, manga e mamão, que têm grande teor de frutose (açúcar natural da fruta) e ajudam a retirar a vontade de chocolate.


Substitua as oleaginosas mais caras por uma xícara de café de amendoim, que sai mais em conta e é abundante em nutrientes. Pela hora do lanche, prefira pães integrais, que saciam mais, e recheie-os com frios leves e salada para aperfeiçoar a particularidade da refeição. Lembre-se: a fase do desemprego vai atravessar - e você vai ter de caber nas roupas sociais que tem!


Você vai pra um território fantástico e quer desbravar tudo, o que inclui, claro, as delícias locais. Vamos supor que Paris esteja no seu roteiro: consumir um croissant é uma responsabilidade turística, certo? No momento em que os pacientes perguntam como se comportar em viagens desta forma, digamos, saborosas, a nutricionista Ana Montezino sugere um combo de moderação e dica. Moderação isto é: na Bahia, não deve consumir acarajé todo dia.


Faça a lei da contrapartida: exagerou hoje, contenha-se amanhã. Outra ideia esperta é valorizar a especialidade do ambiente e restringir o restante. No teu destino há ótimos queijos e vinhos? Capriche nas frutas no café da manhã e invista nas saladas no almoço pra desta vez se deliciar sem responsabilidade no jantar. É com pequenas atitudes no cotidiano que construímos um jeito magro, mais saudável e mais capaz do que pular de dieta em dieta”, afirma a psicóloga Maria Marta Ferreira, de Curitiba.


Você assim como podes combinar com as amigas: no momento em que se servir de opções saudáveis, fotografe e envie para elas. Em geral, as pessoas clicam pratos sofisticados e gordos, no entanto neste local a proposta é outra: construir uma rede de suporte à sua dieta”, explica Ana Montezino. A chef Luiza Hoffmann, de São Paulo, conta com os amigos para falar sobre este tema refeições e petiscos menos calóricos nas viagens de férias em grupo. Dados e outras infos sobre o que estou enviando por este artigo podem ser localizados em outras fontes de importância assim como este Continue Lendo .Entretanto, se eles pedem uma porção de camarão empanado, eu pego só um e vou doar uma voltinha”, conta.



  • Após 48 horas, o paladar e o olfato melhoram

  • clique na página da web

  • um de 2

  • Bananas pro Café da Manhã

  • Opção 2: Dois pêssegos


Uma boa notícia para quem está com o pé nas férias: “Quando relaxamos, nosso corpo humano naturalmente corta a produção de cortisol, o hormônio do stress. Fica menos difícil regular o peso. Além disso, a tendência é que você se movimente mais e, então, aumente a queima de calorias”, lembra a nutricionista. Você e ele enfrentam maratonas de Netflix sob o edredom.


Com correto a pipoca, tacinha de vinho, bombom… Depois, ainda saem juntos pra jantar. Juntem o proveitoso ao agradável e busquem receitas fit para fazerem juntos. Vocês irão encontrar um hobby e uma nova maneira de se comparar com a comida. Um pé torcido, uma operação estética… Independentemente do motivo, o resultado é o mesmo: você terá que atravessar um momento distante do box de crossfit ou com o mat de ioga estacionado no armário.



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *